Consulado japonês reajusta as taxas de emissão de visto a partir de 1 de abril de 2016. O pagamento da taxa de emissão do visto para o Japão, deve ser feito no momento da retirada, em dinheiro, junto ao guichê do Setor de Visto.

Solicitações a partir do dia 01 de abril de 2016.

visto para japao

Visto de uma entrada

Brasileiros e outros

R$ 79,00

Indianos

R$ 22,00

Iranianos

R$ 132,00


Visto de múltiplas entradas

Brasileiros e outros

R$ 158,00

Indianos

R$  22,00

Iranianos

R$ 263,00


Visto de trânsito

Brasileiros e outros

R$  18,00

Indianos

R$    2,00

Iranianos

R$ 132,00

Extensão da Permissão de
Re-entrada

R$ 79,00


Fonte: Consulado do Japão em São Paulo

www.shigoto.com.br

eleitoral2016O Consulado Geral do Brasil em Nagoia informa que o cadastramento eleitoral ficará suspenso no período de 5 de maio a 6 de novembro deste ano. Isso ocorre por conta das eleições municipais no Brasil, conforme comunicado do Cartório Eleitoral do Exterior. Isso se aplica tanto no Brasil quanto no exterior.

Em decorrência disso, não será possível solicitar alistamento, transferência e revisão eleitoral.

O Consulado Geral do Brasil informa que os eleitores com pendência tem até o dia 2 de maio para dar entrada dos pedidos, antes do feriado de Golden Week.
Fonte: IPC Digital com Consulado do Brasil em Nagoya

Assinatura do Memorando entre o Governo do Japão e o Governo da República Federativa do Brasil sobre a Facilitação da Emissão de Vistos de Múltiplas Entradas para Portadores de Passaportes Comuns

Vistos de Múltiplas Entradas para o Japão1. No dia 02 de fevereiro, foi assinado em Tóquio o "Memorando entre o Governo do Japão e o Governo da República Federativa do Brasil sobre a Facilitação da Emissão de Vistos de Múltiplas Entradas para Portadores de Passaportes Comuns" pelo Ministro de Estado dos Negócios Estrangeiros do Japão, Sr. Yoji Muto, e o Embaixador do Brasil no Japão, Sr. André Corrêa do Lago.

2. Fez-se presente na solenidade o Secretário Executivo e Subsecretário-Geral de Política II do Ministério das Relações Exteriores do Brasil, Sr. José Alfredo Graça Lima, em visita ao Japão.

3. O Memorando confirma a implantação mútua da extensão da validade do visto de visitante temporário no Japão e do visto de turista no Brasil em até três anos e a permanência máxima de até 90 dias a cada estadia.

4. Desta forma, é esperado o fomento do intercâmbio nipo-brasileiro com o incremento no número de turistas a partir da implantação das medidas supramencionadas.

Medidas adotadas até o presente:

 

Validade máxima

Período máximo de cada estadia

Visto japonês

Até 3 anos

Até 30 dias

Visto brasileiro

Até 90 dias

Até 90 dias


Medidas confirmadas pelo memorando:

 

Validade máxima

Período máximo de cada estadia

Visto japonês e brasileiro

Até 3 anos

Até 90 dias

Fonte: Embaixada do Japão no Brasil

recesso 2015

Informamos que o Consulado Geral do Japão em São Paulo estará fechado nos seguintes dias:

  Dezembro/2015

  24 (Quinta-feira)     Véspera de Natal

  25 (Sexta-feira)       Natal

  29 (Terça-feira)       Recesso de fim de ano

  30 (Quarta-feira)     Recesso de fim de ano

  31 (Quita-feira)       Recesso de fim de ano

  Janeiro/2016

  01 (Sexta-feira)      Feriado de começo do ano

Voltará ao atendimento normal a partir do dia 04/01/2016 (Segunda-feira).

Mais informações, favor entrar em contato com o Consulado Geral do Japão em São Paulo, tel.: (11) 3254-0100.
shigoto.com.br
visto japones, emprego no japao, turismo e passagem para o japao

passaporte novoO Consulado-Geral em Tóquio comunica que a partir do dia 9 de novembro será dado início à emissão de passaportes válidos por dez anos.

A taxa consular aplicada para emissão do novo modelo de passaportes, cujos titulares sejam maiores de 18 anos, é de R$-ouro 120,00, ou ¥ 16.800.

Documentos de viagem de menores de 18 anos têm prazos de validade diferenciados:

– de 0 a 1 ano de idade incompleto       -  1 ano de validade;

– de 1 a 2 anos incompletos de idade   -   2 anos de validade;

– de 2 a 3 anos incompletos de idade   -   3 anos de validade;

– de 3 a 4 anos incompletos de idade   -   4 anos de validade;

– de 4 a 18 anos de idade incompletos -   5 anos de validade.

De acordo com a idade do menor e o prazo de validade, é aplicada a cobrança dos emolumentos (os emolumentos são estabelecidos em Reais-ouro, moeda cambiada para ienes. Atualmente, R$-ouro 1,00 = ¥ 140):

– menores entre 0 e 4 anos incompletos de idade   –  R$ ouro 40,00 ou ¥ 5.600;

– menores entre 4 e 18 anos incompletos de idade –  R$-ouro 80,00 ou ¥ 11.200.
Fonte: Consulado do Brasil em Tóquio

Será que o governo japonês irá liberar o visto para yonsei (descendentes de quarta geração)?

visto-para-yonseiCom o aumento no fluxo de brasileiros retornando ao Japão em 2015, um assunto polêmico voltou à tona: os descendentes de quarta geração (yonsei) poderão ter visto de permanência liberado?

Nas últimas semanas, temos recebido muitas mensagens de brasileiros que são descendentes de japoneses em 4º geração (yonsei) sobre a liberação do visto de permanência. Campanhas e petições estão sendo registradas, mas nenhuma sinalização positiva foi dada até o momento por parte do governo japonês.

Atual situação do visto para yonsei (quarta geração de descendentes)
Na atual lei de imigração, o visto de trabalho para descendentes de japoneses, só é liberado até a 3º geração (sansei). Os filhos de sanseis podem ter visto enquanto são menores de idade. Uma nova medida parece que foi implantada, e para pessoas maiores que 16 anos o visto não será liberado, apenas para crianças em idade de ensino fundamental. Mas os yonseis que completam a maioridade aqui no Japão, podem ter o visto de trabalho e renovar normalmente, mas caso retornarem ao Brasil e o visto vencer, não poderão voltar ao Japão a trabalho.

cori-passos-shigoto.comCampanha para liberação de vistos para Yonsei
Cori Passos, responsável da agência Shigoto.com, está a frente de uma campanha que visa a liberação de visto para yonseis. Em uma notícia no site da empresa há informações sobre a campanha. E no Facebook há um grupo para divulgação da campanha.

Segundo Passos, uma forma de todos colaborarem é através do cadastro em relação à liberação do visto e na própria petição online:

No cadastro, mesmo pessoas contra a liberação estão se cadastrando e explicando seus motivos.

Segundo Passos, o resultado da campanha está melhor que o esperado. Muitos cadastros e apoio à petição. “Mas peço aos interessados que divulguem. Muitas pessoas que esperam apenas a liberação não estão ajudando com divulgação, mas há pessoas que estão super empolgadas e divulgam em suas redes, e isso tem dado o que falar, principalmente pelos meios de comunicação!”

Os interessados devem se conectar com estas redes e contatos e aguardar os resultados, ainda sem previsão.

liberação visto yonsei
Yonseis no Brasil estão querendo vir ao Japão
Muitos descendentes de quarta geração que estão no Brasil aguardam ansiosamente a liberação do visto de permanência para yonsei. Segundo algumas pessoas que conversamos, elas aguardam o resultado de uma petição que teria sido protocolada com previsão de resultado para 2016.

familia-yonsei-brasileiraA brasileira Yuri Aoyama é descendente de quarta geração (yonsei) e está aguardando com ansiedade uma possível liberação do visto. “Se o visto for liberado eu e minha família iremos o mais rápido possível para o Japão. Sempre admirei a cultura japonesa, costumes e idioma. Eu já fiz até um curso de nihongo com meu marido. Pretendo trabalhar e colaborar com o crescimento do Japão e poder dar uma educação melhor para meus filhos. Meus avós na verdade são japoneses mas não puderam ser registrados no Japão por causa da guerra.”

Eiji Abe, de 27 anos, também é yonsei, e reside atualmente em Goiás. Ele nunca veio ao Japão, mas sua família teve oportunidade de vir ao país e conseguiram juntar recursos para abrir um negócio próprio no Brasil.

“Eu gostaria muito de ter a mesma experiência que meus pais, pois além de poder estar no Japão trabalhando, é uma experiência de vida incrível. Admiro muito a cultura dos meus antepassados, sua organização e educação e vejo como o governo beneficia o povo. Tenho uma visão maravilhosa de um país com uma infraestrutura avançada.”

eiji yonseiE Eiji completa: “Se o visto para yonsei for liberado, embarcaria imediatamente. Sou mestiço, não tenho aparência de descendente, mas faria tudo para ir.”

William Zaiki, de 43 anos, é pai solteiro e descendente de japoneses de quarta geração. Mora em São Paulo (capital). Ele já residiu no Japão, quando menor de idade. Enquanto estava no Japão tinha seu visto normalmente de 3 anos, e morou em Shizuoka e Aichi. Hoje está no Brasil, mas impossibilitado de voltar por não conseguir obter o visto de trabalho.

“Hoje estou buscando estabilidade. Quem tem filhos entende o que digo. No Japão sei que terei uma qualidade de vida melhor, mais segurança em todos os aspectos. Sei que minha vida seria bem melhor no Japão.” Afirmou William. E sobre a campanha que está sendo feita pela liberação do visto, ele vê que está se desenvolvendo de forma positiva.

“Temos uma campanha no Brasil com a comunidade Nipo brasileira e no Japão, onde fiz a divulgação da campanha entre amigos por meio da internet, grupos e comunidades onde postamos variadas informações. Aos poucos foi-se espalhando de forma positiva com várias pessoas aderindo à ideia, assinando e divulgando, o que é muito importante para nós. Temos em posse do nosso amigo Cori Passos da agência Shigoto.com mais de 7 mil assinaturas a favor do visto, além de outra petição em andamento com uma meta de 50.000 pessoas nos apoiando (até o momento há 790 pessoas, mas o número continua aumentando). Graças a Deus o objetivo flui muito bem a nosso favor.” disse William.
Fonte: Portal Mie

Em coordenação com a Prefeitura de Joso, Ibaraki, estamos disponibilizando o mapa dos locais de refúgio da região e informações úteis em Inglês.

Em razão do grande número de pessoas que já se encontram nos abrigos localizados em Joso, a Prefeitura da cidade solicitou que os moradores que necessitem de abrigo procurem preferencialmente os alojamentos localizados nas cidades vizinhas de Moriya, Bando e Tsukuba.

Por razões de segurança, durante as operações de resgate o fornecimento de energia para a cidade de Joso permanecerá desligado. Nesse período, a Prefeitura de Joso poderá ser contatada pelos seguintes telefones: 090-1425-2519 e 080-2037-1603.

Em casos de emergência, o Consulado-Geral em Tóquio poderá ser contatado pelo telefone 03-5488-5665, que funcionará em regime de plantão (o número não se destina à prestação de informações não relacionadas a assistência consular).

Clique no mapa para ampliá-lo.
Fonte: Consulado do Brasil em Tóquio

Mapa-Joso-japan

passaporte-novo-brasilFoi lançado no Brasil, no dia 10 de julho de 2015, o novo modelo de passaporte, com validade de 10 anos. Muito em breve, o novo passaporte será lançado também no Consulado-Geral do Brasil em Tóquio, atendendo a uma importante demanda da comunidade brasileira da região. O lançamento no Japão está previsto para ocorrer a partir de setembro, de acordo com a programação para a distribuição do novo passaporte pelo mundo. A data precisa será divulgada futuramente.

A principal razão para a defasagem de tempo entre o lançamento no Brasil e no exterior é a logística de distribuição dos materiais necessários à emissão dos passaportes entre os cerca de 200 postos da rede consular brasileira.

O novo passaporte tem algumas características que lhe conferem segurança adicional, como um novo padrão de criptografia e novas marcas-d’água. O número de páginas permanece o mesmo.

Os atuais passaportes com validade de cinco anos, tanto os que já tenham sido emitidos quanto os que serão ainda emitidos até o lançamento dos novos passaportes no exterior, permanecem válidos até a data de sua expiração.

Para mais informações sobre emissão de passaporte brasileiro no Brasil e no exterior, clique aqui.
Fonte: Consulado do Brasil em Tóquio
shigoto.com.br
visto japones, emprego no japao, turismo e passagem para o japao

Turistas brasileiros poderão visitar livremente o país durante três anos, com estadia máxima de 30 dias por vez

visto-japones-turismoO Ministério das Relações Exteriores do Japão anunciou a liberação do visto de turismo com múltiplas entradas para brasileiros a partir do próximo dia 15, informou o portal Get News nesta sexta-feira.

Através da nova autorização, os brasileiros interessados em visitar o país poderão emitir um visto com duração de três anos, que permite viajar ao Japão de forma ilimitada. No entanto, o turista poderá ficar no país pelo período máximo de 30 dias por vez.

De acordo com o Ministério, a medida foi adotada com o objetivo de aumentar o número de turistas brasileiros, facilitar as viagens de negócios e fortalecer a economia do país. 
Fonte: Alternativa
shigoto.com.br
visto japones, emprego no japao, turismo e passagem para o japao

permanent-visa-japanEsse tipo de licença permite ao portador residir de forma legal e definitiva no Japão, sem a necessidade de renovação ou apresentação periódica de documentos

A cada ano que passa, o número de pessoas com visto permanente no Japão não para de crescer. Os pedidos aumentaram a partir de 2000, quando o governo decidiu facilitar sua concessão. Antes, um nissei precisava ter pelo menos cinco anos de residência no país, mas agora basta ter um ano.

Se por um lado os nikkeis de segunda geração encontraram mais facilidades, a concessão para os sanseis continua rigorosa. Por exemplo, eles precisam ter cinco anos de residência no arquipélago e precisam apresentar documentos do tipo atestado de antecedentes criminais, certidão de renda e comprovante de que estão em dia com o imposto residencial, entre outros.

Visto permanente
O que é?
É um tipo de licença que permite ao portador residir de forma legal e definitiva no Japão, sem a necessidade de renovação ou apresentação periódica de documentos. Vale lembrar que o visto permanente não oferece as mesmas condições e benefícios de quem possui dupla nacionalidade, como o direito a voto, por exemplo.

Quem pode solicitar?
– Nisseis maiores de 20 anos e com mais de um ano de residência no Japão, assim como seus cônjuges (descendentes ou não casados há mais de três anos) e seus filhos menores de 20 anos – nesse caso, o pedido deve ser feito em conjunto.

– Sanseis maiores de 20 anos e com mais de cinco anos de residência no Japão, assim como seus cônjuges (descendentes ou não casados há mais de três anos) e seus filhos menores de 20 anos – nesse caso, o pedido deve ser feito em conjunto.

Quanto custa?
A taxa, equivalente a um selo que deve ser colado junto ao formulário, custa 8 mil ienes. Os escritórios de despachantes podem fazer o serviço completo e cobram, em média, 20 mil ienes por pessoa (incluindo o selo).

Quanto tempo demora para sair?
Depende de cada posto de Imigração e do perfil de quem está solicitando. Por exemplo, se um posto receber muitos pedidos, o visto pode demorar mais. Se o solicitante for um sansei, também pode demorar mais porque há mais documentos para checar, como o atestado de antecedentes criminais. A média é de quatro a seis meses.

O que acontece se a Imigração negar o pedido?
O visto permanente não sai quando falta algum documento. Nesse caso, o processo volta e o solicitante, ou o despachante contratado para tal serviço, deve providenciar o que está faltando e entrar com o pedido novamente. Se a pessoa tiver antecedentes criminais no Japão, o visto permanente também não é concedido. Mas isso depende do tipo de delito e da avaliação de cada posto da Imigração, que tem acesso à lista de criminosos.

Quem pode ajudar?
Qualquer profissional habilitado. O trabalho de um despachante é regido por uma lei específica do Ministério da Justiça chamada Gyosei Shoshi Hou. Segundo essa lei, pessoas sem habilitação para trabalhar na área não podem prestar serviços como vistos de permanência ou atuar em órgãos públicos. Na verdade, o pedido de um visto comum ou permanente pode ser feito pelo próprio requerente, sem a necessidade de ter um despachante como intermediário. Basta preencher o formulário, providenciar todos os documentos necessários e dar entrada na Imigração.

Documentos necessários
Para nissei
– Formulário devidamente preenchido -pode ser adquirido no posto de Imigração (eijyuu kyoka shinseisho) e com selo de 8 mil ienes

– Carta em japonês justificando o motivo do pedido do visto permanente

– Koseki-tohon atualizado com menos de três meses

– Atestado de endereço (gaikokujin touroku shoumeisho). Se o pedido for para a família, apresentar de todos os membros. Algumas prefeituras expedem o documento de toda a família em uma única folha. Outras fornecem um atestado para cada pessoa

– Atestado de trabalho (zaishoku shoumeisho), fornecido pela empresa onde trabalha o solicitante

– Carta de garantia de fiador (hoshounin), em japonês mimoto hoshosho

– Comprovante de renda (gensen) do último ano

– Passaporte original e cópias das páginas de foto e identificação

– Cópia do gaijin touroku atualizado

– Certidão de nascimento original ou cópia autenticada com tradução

– Certidão de casamento original ou cópia autenticada com tradução (para

cônjuges)

Para sansei
– Formulário devidamente preenchido (eijyuu kyoka shinseisho) e com selo de 8 mil ienes

– Carta em japonês justificando o motivo do pedido do visto permanente

– Atestados de antecedentes criminais da Polícia Civil e Polícia Federal. Em alguns casos, a Imigração não exige esses atestados de sanseis que vieram ao Japão ainda crianças e nunca retornaram ao Brasil

– Koseki-tohon atualizado com menos de três meses

– Atestado de endereço (gaikokujin touroku shoumeisho). Se o pedido for para a família, apresentar de todos os membros

– Comprovante de pagamento do imposto residencial (nouzei shoumeisho) e certidão de renda (shotoku shoumeisho) dos últimos três anos

– Atestado de trabalho (zaishoku shoumeisho), fornecido pela empresa onde trabalha o solicitante

– Carta de garantia de fiador (hoshounin), em japonês mimoto hoshosho

– Comprovante de renda (gensen) dos últimos três anos

– Passaporte original e cópias das páginas de foto e identificação

– Cópia do gaijin touroku atualizado

– Certidão de nascimento original ou cópia autenticada com tradução

– Certidão de casamento original ou cópia autenticada com tradução (para cônjuges)

Documentos do fiador (pode ser japonês ou estrangeiro com visto permanente. Em algumas regiões, a Imigração aceita estrangeiro com visto de três anos -teijusha)

– Atestado de trabalho

– Comprovante de renda anual

– Gaijin touroku ou juuminhyou (atestado de residência)

– Assinatura no formulário

Vantagens
– O visto permanente, como o próprio nome já diz, é definitivo. Por isso, seu portador não precisa ficar renovando a licença de estadia a cada um ou três anos. Mas atenção: o visto permanente é cancelado se a pessoa ficar mais de três anos fora do Japão.

– Garante uma maior confiança. Brasileiros com esse tipo de visto têm tido mais facilidades para conseguir cartão de crédito ou financiamentos para compra de carro ou imóvel.

– O visto permanente também pode ser concedido para o cônjuge não-descendente, desde que ele esteja casado com um nikkei há mais de três anos. As regras para os brasileiros casados são as mesmas dos nisseis e sanseis. Mesmo que o não-descendente se separar do nikkei poderá ficar no Japão por causa da condição do visto

– A mesma facilidade pode ter um yonsei (quarta geração) menor de 20 anos, desde que os pais também façam o requerimento ao mesmo tempo.

– O não-descendente já divorciado e com visto permanente pode se casar com um outro não-descendente e juntos morar no Japão, tomando cuidado com os prazos. A Imigração sabe que, no Brasil, o divórcio sai depois de dois anos. Se o novo casamento acontecer menos de dois anos após a obtenção do visto, pode haver uma investigação sobre o casal.
Fonte: Alternativa

Categorias

twitter.com/vistojapones

instagram

34 Festa das flores e morangos de Atibaia/ SP #atibaia #festadasflores #melhordobrasil #eventoscoloniajaponesa #brasiljapao Chocolate fabricado no Brasil com a hashtag #japao
maio 2016
S T Q Q S S D
« abr    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 39 outros seguidores