Quando os estrangeiros que possuem o passaporte válido e o cartão de permanência (*1) forem retornar para continuar suas atividades no Japão dentro de 1 ano após a sua saída (*2), como regra não será necessário obter a permissão de reentrada no momento de sair do Japão.
Este sistema é chamado de “Minashi Sainyukoku Kyoka” (Permissão de Reentrada Considerada).
Ao saír do Japão, deverá apresentar o “Zairyu Card” e marcar com um tique [✓] no cartão de embarque e desembarque para reentrada “ED Card” a sua intenção de saída pelo Sistema de Reentrada Considerada (Minashi Sainyukoku Kyoka), conforme figura abaixo:
Deverá marcar com um tique [✓] conforme figura abaixo, onde consta a frase [みなし再入国許可による出国を希望します](Desejo sair do país pelo Sistema de Reentrada Considerada).
Sistema de Reentrada Considerada (Minashi Sainyukoku Kyoka)

As pessoas que saírem do país através do “Minashi Sainyukoku Kyoka”, não poderão prolongar este período de validade no exterior. Tome cuidado, pois se não retornar dentro de 1 ano após a saída do Japão (*2),
a validade do visto será anulada.

(*1) Quem possui passaporte constando o aviso [o cartão de residente (Zairyu Card) será entregue em data posterior], ou quem possui o Gaikokujin Torokusho (registro de
estrangeiro) considerado igual ao Zairyu Card, ou pessoas das quais a qualificação de residência como [Diplomata] ou [Oficial] tenha sido determinada, ou funcionário(a) ou sua família, pertencente ao escritório da Associação de Relações do Leste Asiático e da Missão Geral Permanente da Palestina sediada no Japão, estão sujeitas ao Sistema de Reentrada Considerada (Minashi Sainyu Kyoka).
(*2) Se o período de permanência autorizado pelo visto for menor do que 1 ano, deverá retornar ao Japão antes de vencer a data limite do período de
permanência.

As seguintes pessoas não se enquadram ao Sistema de Reentrada Considerada:

    • Pessoa com o processo de anulação do visto em andamento;
    • Pessoa com a confirmação de saída do país pendente;
    • Pessoa que recebeu a emissão do mandato de detenção;
    • Pessoa que permanece no país com o visto de [Atividades Específicas] e que está com a solicitação do reconhecimento de refugiado em andamento;
    • Pessoa especificada pelo Ministério da Justiça do Japão como uma ameça para os interesses nacionais ou à ordem pública do Japão, ou que tenha um motivo suficiente para o não reconhecimento da permissão de reentrada, para o controle legal de entrada e saída do país.

■ O limite de validade do visto de reentrada é de 5 anos.
Para os vistos de reentrada emitidos após o dia 9 de julho de 2012, o limite do período de validade da permissão de reentrada foi prolongado de “3” para “5” anos. Para quem pretende viajar neste fim de ano, esteja atento aos detalhes para não ter surpresas quando retornar.
Estas informações foram baseadas no site do Ministério da Justiça Departamento de Imigração:
http://www.immi-moj.go.jp/newimmiact_1/pt/point_3-4.html
Fonte: Nagoya International Center