Polícia de Nagoya acredita que o acusado produziu pelo menos 200 documentos falsos desde dezembro de 2012

Zairyu CardUm chinês de 35 anos foi preso em Nagoya (Aichi) nesta segunda-feira sob acusação de falsificar e vender Zairyu Card, o cartão de identificação de estrangeiros residentes no Japão. Outros dois chineses, um homem e uma mulher, também foram presos por comprar esses documentos falsos, informou o jornal Chunichi.

A polícia acredita que o chinês vendeu pelo menos 200 documentos falsos desde dezembro de 2012. Na residência dele, foram apreendidos um computador e uma impressora, além de hologramas idênticos aos cartões verdadeiros.

Esta é a primeira vez no Japão que a polícia prende um falsificador de Zairyu Card. Até agora, os documentos eram feitos na China e vendidos no arquipélago através de intermediadores.

A venda era feita através da internet. O acusado recebia pedidos através de mensagens, geralmente de chineses ilegais ou que estão no Japão como estagiários, com visto de curta duração. Cada cartão custava de ¥20 mil a ¥30 mil.
Fonte: Alternativa