Concessão será a partir de abril de 2015

visto para ricosOs ricos ao redor do mundo terão privilégios no Japão a partir do próximo ano, podendo permanecer no país asiático por até um ano, graças a um visto especial. Desta forma, o governo japonês pretende impulsionar o turismo, informou o jornal Nikkei.

Atualmente, a maioria dos viajantes a negócios e turistas pode entrar no país sem visto e ficar no máximo 90 dias. Para se qualificar para o novo programa, os beneficiários devem satisfazer uma série de requisitos: serem provenientes de 66 países e regiões com as quais o Japão tem acordos de isenção de vistos e 60 anos ou mais velhos, uma herança de 30 milhões de ienes (277,000 dólares) ou mais e uma cobertura de saúde.

O governo avalia rebaixar a idade mínima. O Japão seguirá o exemplo de outros países que oferecem vistos de longo prazo. É o caso de Portugal, que exige que os estrangeiros invistam no país (como no setor imobiliários, por exemplo), condição que Tóquio não planeja impor.

Para o governo japonês, turistas estrangeiros com alto poder aquisitivo são um fator de estímulo econômico e espera que permitindo a extensão de sua permanência no país sua visita não se limite a destinos tradicionais como Kyoto e a capital nipônica. Sua presença em cidades menores ou vilarejos poderia impulsionar as economias locais.
Fonte: IPC Digital