Itens como limite de idade e exigência de nível básido do idioma foram mantidos

visto-yonsei-01julho

A liberação de visto para descendentes de japoneses de quarta geração foi confirmada pelo governo japonês nesta sexta-feira (30) e o novo sistema entrará em vigor a partir do dia 1º de julho deste ano.

Uma reportagem do jornal Nikkey Shinbum informou que, apesar de muitas opiniões contrárias às restrições, o governo decidiu manter da forma que havia sido decidido anteriormente. Os descendentes aptos a obter o visto precisam ter entre 18 e 30 anos de idade, proficiência básica no idioma japonês e devem vir sozinhos, já que o visto não se estende a familiares.

A renovação do visto precisará ser feita anualmente, por um prazo máximo de cinco anos, segundo a agência de notícias Kyodo.

Sobre as restrições, foi comentado que elas são “necessárias” para manter o objetivo do novo sistema, que não é liberar a entrada dos chamados “yonseis” apenas com finalidade de trabalho, mas sim com o propósito de aumentar a compreensão e o interesse na terra dos antepassados.

O governo coletou 130 opiniões de cidadãos durante um mês, entre o fim de janeiro e fevereiro deste ano. Houve opiniões sugerindo que o sistema não dispõe de colaboradores suficientes para dar suporte de visto à quarta geração e, em consideração, foi decidido o adiamento para julho, a fim de dar mais tempo para os preparativos.

Os colaboradores devem ser familiares, japoneses voluntários, instituições relacionadas ou empresas contratantes, que devem auxiliar os descendentes interessados no processo de visto e adaptação.

O governo informou que irá analisar a possibilidade de renovação de visto aos descendentes que cumprirem determinadas condições durante o prazo de visto e não “causarem problemas”, conforme foi sugerido por algumas opiniões.

Sobre isto, foi comentado ainda que os yonseis poderão solicitar outros tipos de visto com o tempo, se conseguirem exercer atividades que permitam a troca de visto.
Fonte: Alternativa

Anúncios