Se for cônjuge de nissei (filho de japonês) ou sansei(neto de japonês) não pode entrar no Japão sem o descendente, salvo em algumas situações.

excluiosaporraExistem muitas duvidas sobre a entrada do estrangeiro/brasileiro sem descendência na entrada no Japão sem a parte descendente, porque para entrar no Japão p brasileiro conjuge, precisa do visto de dependente (como o nome já diz) este é dependente da parte descendente desde o momento de solicitar o visto, por isso a parte descendente assina a carta de garantia para ser responsável pelo cônjuge no Japão e cuidar para que este obedeça as leis japonesas. Ora mas se eu possuo o visto japones, não posso entrar sozinho no território japonês? Não, não pode inocente, porque a parte descendente funciona como se fosse o seu responsável, dessa forma tem que estar na companhia dela.

Mas existe alguma possibilidade de entrar no Japão?

Sim. quando o conjuge descendente esta no Japão  e a parte não descendente vai ao Brasil, ao retornar ao Japão com o re-entry, este passa normalmente pela imigração japonesa porque o cônjuge está em território japonês. Caso o re-entry tenha sido solicitado na imigração entao o carimbo é semelhante ao carimbo ao lado e vale pelo periodo de validade do visto japones, e se o re-entry for  do aeroporto que é solicitado na saída do Japão, sem custo, a permanencia no brasil é de apenas um ano.

ATENÇÃO:  a entrada da parte nao descendente no Japão sem o conjuge é possível entrar por alguma falha na imigração, já houve casos de entrada, porém quando houver uma nova solicitação de visto no Braisl, ou na hora da renovação do visto na imigração japonesa o casal irá explicar o motivo de ter entrado sem a parte descendente.

Caso tenham duvidas, fiquem a vontade para mandar e-mail ou whast app.

Cori Passos
cori@vistojapones.com.br
www.vistojapones.com.br

FACEBOOK
https://www.facebook.com/agenciashigoto

Anúncios