You are currently browsing the tag archive for the ‘shigoto.com.br’ tag.

Se for cônjuge de nissei (filho de japonês) ou sansei(neto de japonês) não pode entrar no Japão sem o descendente, salvo em algumas situações.

excluiosaporraExistem muitas duvidas sobre a entrada do estrangeiro/brasileiro sem descendência na entrada no Japão sem a parte descendente, porque para entrar no Japão p brasileiro conjuge, precisa do visto de dependente (como o nome já diz) este é dependente da parte descendente desde o momento de solicitar o visto, por isso a parte descendente assina a carta de garantia para ser responsável pelo cônjuge no Japão e cuidar para que este obedeça as leis japonesas. Ora mas se eu possuo o visto japones, não posso entrar sozinho no território japonês? Não, não pode inocente, porque a parte descendente funciona como se fosse o seu responsável, dessa forma tem que estar na companhia dela.

Mas existe alguma possibilidade de entrar no Japão?

Sim. quando o conjuge descendente esta no Japão  e a parte não descendente vai ao Brasil, ao retornar ao Japão com o re-entry, este passa normalmente pela imigração japonesa porque o cônjuge está em território japonês. Caso o re-entry tenha sido solicitado na imigração entao o carimbo é semelhante ao carimbo ao lado e vale pelo periodo de validade do visto japones, e se o re-entry for  do aeroporto que é solicitado na saída do Japão, sem custo, a permanencia no brasil é de apenas um ano.

ATENÇÃO:  a entrada da parte nao descendente no Japão sem o conjuge é possível entrar por alguma falha na imigração, já houve casos de entrada, porém quando houver uma nova solicitação de visto no Braisl, ou na hora da renovação do visto na imigração japonesa o casal irá explicar o motivo de ter entrado sem a parte descendente.

Caso tenham duvidas, fiquem a vontade para mandar e-mail ou whast app.

Cori Passos
cori@vistojapones.com.br
www.vistojapones.com.br

FACEBOOK
https://www.facebook.com/agenciashigoto

Anúncios

banner yonsei 4

O visto de Yonsei (特定活動 tokutei katsudo) foi liberado em 2018, porém as dúvidas para quem pode ser o garantidor (tutor) desde requerente de visto são longas, abaixo tem um pequeno descritivo de quem pode ser o Tutor do descendente de quarta geração que pode dar entrada no certificado de elegibilidade para o visto de atividades específicas.

QUEM PODE SER O TUTOR/GARANTIDOR PARA YONSEI?

  • Ter visto permanente ou ser japonês (issei)
  • Qualquer pessoa, brasileiro sem descendência ou nikkey.
  • Estar trabalhando e ter emprego estável
  • Estar com os impostos em dia
  • Ter três ultimos holerites
  • Pode ser parente ou amigo ou qualquer pessoa da lista publica que a imigração *NÃO* divulgou ainda. *se encaixando nos critérios acima tudo bem* .

Qualquer dúvida, envie e-mail

Cori Passos

cori@vistojapones.com



Terá início, a aplicação da Juki Net também aos residentes estrangeiros

外国人住民も住基ネットの運用が開始されます

De acordo com a revisão da Lei do Registro Básico de Residente, a partir de 8 de julho de 2013, o residente estrangeiro também estará sujeito ao Sistema de Rede do Registro Básico de Residentes (Juki Net). Como resultado, o residente  estrangeiro também poderá ter a  menção do  novo código (juminhyo  code)   no  atestado  de  residência  (juminhyo)  e  poderá  receber  os  serviços administrativos que utilizam a Juki Net.

 Sistema de Rede do Registro Básico de Residentes (Juki Net)

● O que é Código do Atestado de Residência(Juminhyo Code)?:         

▪ É um número aleatório de 11 dígitos, essencial para a identificação pessoal e de utilizaçã comum em todo país pelo Sistema de Rede do Registro Básico de Residente.

▪ Pode  ser necessário no momento de requerimento ou notificação à Província, Governo, etc. (A utilização do Código do Atestado de Residência por órgãos não-governamentais como empresas privadas e outros está proibida)

▪ Às pessoas que se enquadram (residentes estrangeiros com registro de residente em Ogaki na data de 8 de julho de 2013), será notificado o Código do Atestado de Residência via correspondência registrada em meados de julho.

● Serviços administrativos que utilizam o sistema de Rede do Registro Básico de Residentes

(Juki Net)

▪ Emissão do Cartão do Registro Básico de Residente (Juki Card)
O  Cartão  do  Registro  Básico  de  Residente  com  foto,  pode  ser  utilizado  como  um documento de identidade público. Além disso, fazendo as configurações necessárias, é possível usufruir de serviços exclusivos oferecidos pelo município de Ogaki (é necessário fazer requerimento à parte para a configuração).

▪ Emissão do Atestado de Residência (juminhyo) em todos os municípios do Japão
É possível solicitar a cópia do Atestado de Residência da própria pessoa ou de outro membro  do   mesmo  núcleo  familiar  nos  municípios  em  todo  o  país  (É  necessário apresentar documento de identificação pessoal com foto tais como carteira de motorista, cartão de permanência (zairyu card), etc.)

▪ Exceção na Notificação de Entrada
Quando mudar para outro município, é possível fazer a Notificação de Entrada (Tennyu Todoke),  utilizando  o  Cartão  do  Registro  Básico  de  Residente  em  substituição  ao 「Comprovante de Saída (Tenshutsu Shoumeisho)」. (É necessário fazer a Notificação de Saída no município que residia antes da mudança).

▪ Requerimento eletrônico utilizando o serviço Koteki Kojin Ninsho
Para   efetuar   o   requerimento   de   procedimentos   administrativos   pela   internet   (ex. Declaração Eletrônica do Imposto Nacional), é necessário configurar o Certificado Digital (Denshi Shoumeisho) no Cartão do Registro Básico de Residente (Juki Card). (é necessário fazer requerimento à parte para a configuração).

INFORMAÇÕES
Prefeitura Municipal de Ogaki
Setor Madoguchi Service  Jumin Toroku Group
Telefone: 0584 (81) 4111 (Ramais 444 à 447)

I
nformativo em português
Edição/Prefeitura Municipal de Ogaki
Redação/Div. de Promoção de Melhorias da Vida da Comunidade
(Machi Zukuri Suishin-ka)
〒503-8601 Ogaki-shi Marunouchi 2-29

ポルトガル語による情報紙 発行/大垣市役所 編集/かがやきライフ推進部/まちづくり推進課
〒503-8601 岐阜県大垣市丸の内 2-29 – Tel (0584) 81-4111
http://www.city.ogaki.lg.jp/category/2-6-7-3-0.html

Edição: Junho de 2013
発行年月/2013.06

18/06/2019 – Nesta terça-feira e quarta feira não haverá liberação de visto para o Japão de sansei (descendentes de japonês da terceira geração) no consulado japonês de São Paulo. Por favor, não comprem passagem  nem firmem compromisso com o Japão antes de ter o passaporte com o seu visto japonês em mãos. O consulado está atrasando emissão de visto para o Japão constatemente, como se todos não contassem com esta liberação na data programada.

Já teve liberação de visto de yonsei com muitas restrições e a possível libração de vistos para asiáticos e o consulado não emite sequer os vistos aqui do Brasil, a 6 anos atrás começou estes atrasos e o consulado nega a existência dele.

banner sanseiO consulado japonês de São Paulo esta demorando para entregar o visto para quando o descendente é sansei (terceira geração), até meados de maio de 2012 eles estavam atrasando uma ou duas semanas a devolução do passaporte e isso chegou a ser resolvido, em meados de junho, porém em julho a quantidade de vistos que o consulado esta demorando para entregar é bastante grande.

  Temos recebido ligações de passageiros que solicitaram visto japonês por  meio de agências ou promotores de sua confiança que não tem mais o que responder devido a demora na entrega do referido visto, e alguns comentam que chegam a ligar no consulado para obter uma resposta mas o consulado informa que não tem posição sobre o assunto, algumas pessoas chegaram a comentar que tem alguma ligação com a  ajuda que o governo japonês deu na época da crise financeira mundial, e acreditam que o consulado esta averiguando a situação dessas pessoas no Japão para depois ser liberado, mas nem todos pegaram ajuda e ficam na dúvida da demora na resposta do consulado.

Existem empresas no Japão que estão esperando os passageiros chegarem e começarem a  trabalhar porém com este atraso acaba retardando o processo de colocação do funcionário e consequentemente este deixa de ter a vaga que era certa.

Ninguém sabe até quando vai durar mas o consulado poderia reconsiderar a reemissão do visto no período correto de 6 semanas, já que em outubro de 2013 foi liberato inclusive o retorno do pessoal que pegou este benefício de 300 mil yenes.

Atualmente o visto de yonsei para atividades específicas foi liberado e ainda assim, o Consulado Geraç do Japão em São Paulo mantém este atraso inexplicável do visto das pessoas que são de terceira geração.

Cori Passos
www.vistojapones.com.br
cori@vistojapones.com.br

Categorias

twitter.com/vistojapones

junho 2019
S T Q Q S S D
« maio    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
Anúncios
%d blogueiros gostam disto: